Tech News/Magazine Website

Melhor investimento para iniciantes | Guia COMPLETO sobre como começar a investir com POUCO DINHEIRO

Post Content

AULÃO GRATUITO sobre 𝗖𝗼𝗺𝗼 𝗺𝗼𝗻𝘁𝗮𝗿 𝘀𝘂𝗮 𝗰𝗮𝗿𝘁𝗲𝗶𝗿𝗮: https://bit.ly/3rsT3dy

Se existisse algum segredo a respeito de como começar a investir do zero eu diria que basicamente se dá pela vontade de dar os primeiros passos na bolsa de valores. É claro que existe um caminho que deve ser percorrido como por exemplo entender como sair das dívidas e compreender que não existe um único melhor investimento. Uma pergunta que recebo bastante também é “quanto é preciso para começar a investir?” e eu digo que é extremamente possível começar a investir com pouco dinheiro.

Claro que um capital inicial baixo não irá te deixar rico, mas para isso eu construí esse guia básico de investimentos reunindo quais são os melhores investimentos para iniciantes e o passo a passo sobre como tirar o dinheiro da poupança.

É impressionante como vemos inúmeras pessoas ganhando muito dinheiro com investimentos, e logo surge aquela questão sobre como investir em ações, como começar a investir em criptomoedas ou até mesmo como poupar e investir com inteligência.

Os melhores investimentos para iniciantes, sem dúvida, são os menos arriscados, já que estão começando a dar os primeiros passos para começar a investir.

Dentre eles são os categorizados como renda fixa:
Tesouro direto
CDB
LCI

Mas, o que significa investir em ações?

Basicamente é o ato de você se tornar sócio de uma determinada empresa ao comprar uma participação do negócio que está sendo negociado em alguma Bolsa de Valores. No Brasil temos a B3, ou Bolsa Brasil Balcão, que é sediada em São Paulo/SP e é responsável pela negociação de todos os ativos.

Mas vamos lá, confira os 5 passos de como começar a investir:

𝟭º 𝗣𝗮𝘀𝘀𝗼) 𝗤𝘂𝗶𝘁𝗮𝗿 𝗮𝘀 𝗱í𝘃𝗶𝗱𝗮𝘀
Se você estiver inadimplente, a sua prioridade absoluta é quitar as dívidas antes e não contrair novas dívidas que você não pode pagar. Por que? Porque o Brasil é o país com os maiores juros de cartão de crédito do mundo. Para você ter uma noção, a Agência Brasileira de Defesa do Consumidor realizou uma pesquisa que mostrou que os juros anuais das pessoas que não pagaram as faturas dos seus cartões de crédito no Brasil podem chegar até 875% no ano. Ou seja, se você não pagou aquela fatura de R$ 1.000 e deixou a dívida se acumular por um ano, no final você terá que pagar R$ 9.750.

Então quita as dívidas antes porque os juros de dívida no Brasil vão ser maiores do que quaisquer rentabilidades de investimentos que você possa ter.

𝟮º 𝗣𝗮𝘀𝘀𝗼) 𝗔𝗯𝗿𝗶𝗿 𝗰𝗼𝗻𝘁𝗮 𝗲𝗺 𝘂𝗺𝗮 𝗰𝗼𝗿𝗿𝗲𝘁𝗼𝗿𝗮 𝗱𝗲 𝘃𝗮𝗹𝗼𝗿𝗲𝘀
O segundo passo é abrir conta numa corretora de valores e enviar todo o dinheiro que você já tem guardado na conta corrente ou na poupança para lá.

Vamos em partes, o que é um corretora de valores? Você já ouviu falar em XP Investimentos? Nuinvest? Rico? Todas essas são corretoras de valores. Corretoras são instituições financeiras. É através delas que você tem acesso aos melhores investimentos. Bancos vão te oferecer investimentos que são do próprio banco, o que nem sempre é bom porque muitos bancos colocam os próprios interesses acima dos clientes. Corretoras te oferecem produtos de investimento de diversas outras instituições. Então você tem mais opções e opções mais rentáveis do que se deixar seu dinheiro num banco. Ou seja, investidores de verdade investem por uma corretora de valores, não por um banco.

𝟯º 𝗣𝗮𝘀𝘀𝗼) 𝗖𝗿𝗶𝗮𝗿 𝘂𝗺𝗮 𝗥𝗲𝘀𝗲𝗿𝘃𝗮 𝗱𝗲 𝗘𝗺𝗲𝗿𝗴ê𝗻𝗰𝗶𝗮

Uma reserva de emergência é o primeiro destino que você vai dar ao seu dinheiro. Ela é uma quantidade de dinheiro que serve para te preparar para momentos de emergência. Vamos supor que você está passando por uma dificuldade de saúde, ou que alguém te processou, ou você foi demitido e precisa se sustentar até achar outro emprego, ou que você teve uma briga com a sua esposa, ela te expulsou de casa e agora você precisa morar de aluguel em outro lugar…

Todos esses são cenários emergenciais que requerem dinheiro. Você não sabe quando eles vão acontecer, mas emergências sempre acontecem. Sempre. E é por isso que você precisa se preparar para elas.

𝟰º 𝗣𝗮𝘀𝘀𝗼) 𝗜𝗻𝘃𝗲𝘀𝘁𝗶𝗿 𝗽𝗮𝗿𝗮 𝗼 𝗹𝗼𝗻𝗴𝗼 𝗽𝗿𝗮𝘇𝗼

Depois de completar a sua reserva de emergência, você ainda vai continuar guardando parte do que você ganha. Mas como você já terminou a sua reserva de emergência, agora a gente vai começar a investir de fato.

𝟱º 𝗣𝗮𝘀𝘀𝗼) 𝗠𝗮𝗻𝘂𝘁𝗲𝗻çã𝗼 𝗱𝗮 𝗰𝗮𝗿𝘁𝗲𝗶𝗿𝗮 𝗱𝗲 𝗶𝗻𝘃𝗲𝘀𝘁𝗶𝗺𝗲𝗻𝘁𝗼𝘀

Como um investidor de longo prazo que deseja construir renda passiva para atingir a liberdade financeira precisa investir em renda variável, em alguns momentos a nossa carteira fica desbalanceada. Isso porque algum dos nossos investimentos deu tão certo que acabou representando uma parcela muito grande do nosso patrimônio ou porque bateu uma crise num setor específico e algum investimento caiu substancialmente.

De qualquer forma, a gente precisa manter uma estratégia de rebalanceamento.

Rebalanceamento é uma estratégia que a gente realiza depois de compor e diversificar a nossa carteira de investimentos, o que eu ensino a fazer no aulão gratuito que disponibilizei no link acima.Read MoreJovens de Negócios

Todos os créditos deste post são do canal no YouTube Jovens de Negócios

Comentários estão fechados.